Ação de curta duração sobre Exoplanetas no Porto


A ação de curta duração "Exoplanetas - Introdução às Técnicas de Deteção de Planetas Extrassolares" decorreu no passado dia 6 de abril no Centro de Ciência Viva do Planetário do Porto

A formação destinou-se a professores do Ensino Secundário (códigos de grupo docência 500, 510, 520 e 550). 

 

As inscrições encontram-se agora encerradas.

 

Conteúdos:

Desde a deteção, em 1995, do primeiro exoplaneta em órbita a um outro sol, mais de 3800 planetas extrassolares foram entretanto confirmados. Nesta ação de formação, dinamizada por astrónomos profissionais, trabalharam-se os conceitos básicos subjacentes à deteção de planetas extrassolares, culminando na deteção de um planeta com recurso a dados científicos reais. Os objetivos da ação foram os seguintes:

  • Introduzir a temática tão atual dos exoplanetas e das respetivas técnicas de deteção.

  • Dotar os participantes de conhecimento prático no que respeita às técnicas mais comuns de deteção de planetas extrassolares.

  • Dar aos participantes a oportunidade de interagirem com astrónomos profissionais.

 

Formadores:

Daniel Folha (formador responsável)
Tiago Campante (organizador)
Ricardo Reis
João Camacho
Luisa Serrano

 

Programa:

09:30-10:30  Introdução teórica: Exoplanetas e técnicas de deteção  (Tiago Campante)
10:30-12:00  Atividade prática I: Simulando a deteção de um trânsito planetário  (Ricardo Reis)
[intervalo para almoço; almoço não incluído]
14:00-16:30  Atividade prática II: Detetando um planeta com recurso a dados científicos reais  (Tiago Campante, Luisa Serrano, João Camacho)

 

Outras informações importantes:

A formação foi gratuita e reconhecida e teve uma duração total de 5 horas.

Mais informações estiveram disponíveis no Centro de Formação da Academia Ciência Viva.




Partilhe





Outras iniciativas