Psicólogo do Espaço



Quem é um Psicólogo do Espaço?


Sobre o que é esta área?

A psicologia dedica-se a compreender os processos mentais que guiam a natureza humana e como os seres humanos se relacionam uns com os outros e o seu ambiente. A psicologia está interessada em compreender como características psicológicas como a memória, emoções e motivação são construídas e como o nosso cérebro processa informação social (por exemplo género, etnicidade) e sensorial (por exemplo a visão, olfacto) que é usada pelos humanos para os ajudar a tomar decisões e a interagir com o seu meio (por exemplo, outras pessoas).

Viver no espaço pode soar mesmo divertido, mas os astronautas (e os futuros colonos espaciais) frequentemente enfrentam uma série de factores de stress (por exemplo, conflito, isolamento) que podem ter um impacto na forma como cada indivíduo pensa e se sente no espaço. Isto motiva os psicólogos a aprender sobre os processos mentais humanos em actividades relacionadas com o espaço e a compreender, por exemplo, como viver no espaço influencia o humor e o bem-estar dos astronautas e a sua capacidade de execução. Além disso, os psicólogos exploram como a tripulação espacial a bordo de uma nave espacial, ou da estação espacial internacional, são capazes de manter uma colaboração de êxito com a equipa de controlo da missão ao longo do tempo.

O que é que eu faria no dia-a-dia?

Os psicólogos podem estar envolvidos numa variedade de tarefas relacionadas com o espaço, desde realizar exames psicológicos à equipa espacial, até ao desenvolvimento e implementação de programas de treino com o objectivo de melhorar as competências de trabalho de equipa dos astronautas (por exemplo, de liderança, comunicação, gestão de conflitos), que são fundamentais para garantir o sucesso da missão.

Os psicólogos podem também trabalhar como investigadores e tentar compreender se (e como) viver no espaço tem influência nos nossos processos mentais, modificando a forma como pensamos e nos sentimos em relação a nós mesmos e aos outros. Finalmente, os psicólogos também podem trabalhar no desenvolvimento de novas técnicas de acompanhamento que serão necessárias para viagens espaciais de longa duração e observação contínua do funcionamento psicológico da equipa. Podemos perguntar-nos sobre novas formas de colher e analisar dados psicológicos, substituindo dados de questionários e entrevistas com dados psicológicos (por exemplo, batimentos cardíacos, níveis de produção de hormonas).

Enquanto a maior parte do trabalho é feito dentro da instituição, há instalações no exterior localizadas em locais remotos da Terra (por exemplo na Antártica), onde os astronautas e voluntários passam várias semanas para simular a vida numa colónia espacial. Os psicólogos podem viajar para estes locais para realizar as suas experiências e reunir dados psicológicos e de comportamento.

O quanto e o quê eu precisaria de estudar?

Um psicólogo é treinado para compreender como os seres humanos pensam, sentem e se comportam. Embora um curso de psicologia geral possa fornecer uma ideia geral sobre esses assuntos, tornar-se um  psicólogo vai muito além disso. A maioria dos psicólogos são especialistas num campo de pesquisa, como a psicologia horizontal ou a psicologia social. Os psicólogos que trabalham com actividades relacionadas com o espaço frequentemente têm um doutoramento em psicologia e são multidisciplinares, na medida em que têm bom conhecimento em outras áreas científicas que também informam sobre a natureza humana, como a história, a biologia ou a neurociência.

Onde posso trabalhar?

Os psicólogos são indivíduos bastante flexíveis, e são capazes de trabalhar numa variedade de contextos de trabalho. Dependendo daquilo que cada um é mais motivado para fazer como psicólogo (por exemplo, cientista, clínico) é possível trabalhar em universidades, empresas e instituições. A maior parte das agências espaciais têm contacto com psicólogos que têm o seu próprio laboratório de pesquisa em universidades e que desenvolvem investigação relacionada com o espaço. As empresas e instituições também podem contratar psicólogos para ter o seu contributo no melhoramento da gestão de recursos humanos com o objectivo de melhorar a performance e colaboração no espaço.

Esta carreira é para ti, se…

… tens curiosidade sobre a mente humana, tens um pensamento crítico e analítico, e se estás disposto(a) a sair da tua zona de conforto.

Um psicólogo do espaço deve ser:

Bom em comunicação: é fundamental ser capaz de comunicar ideias de forma clara e precisa, tanto escrita como oralmente.

Ter espírito de equipa: gostar de trabalhar em equipa é importante porque é assim se ganha um bom entendimento de como a mente funciona e também porque, por muito inteligente que sejas, vais sempre precisar de bons membros de equipa perto de ti a certa altura.

Extremamente motivado para trabalhar. Por vezes, os seres humanos podem ser difíceis de se relacionar, portanto é crucial que um psicólogo mantenha a sua motivação para trabalhar. Além disso, um psicólogo também deve colher dados, analisá-los, e publicar os resultados. Este é um processo longo, e por vezes frustrante, que requer motivação para ser completado com sucesso.

Empático: Se és um psicólogo, as pessoas tendem a olhar para ti como alguém que as pode ouvir (mesmo que estejas não estejas a ter formação em psicologia clínica e sejas um psicólogo matemático). Empatia é fundamental para nos ajudar a relacionar com os outros e realmente compreender o que eles pensam e como se sentem.

Texto informado pelo Dr. Pedro Marques Quinteiro, Bolseiro Pós-doc no William James Center  for Research (ISPA-IU)

Imagem: Astronauta Thomas Pesquet na câmara de vácuo da Estação Espacial Internacional durante o seu primeiro passeio espacial, em 2017. Crédito: ESA/NASA




Partilhe





Mais Carreiras