Notícias ESERO PT: Samantha Cristoforetti já está na ISS!




All aboard! Os astronautas da Crew-4 da SpaceX Dragon Freedom já se encontram a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS). A cápsula foi lançada no dia 27 de Abril de manhã e acoplou no início da madrugada seguinte, antes mesmo da hora prevista.

A astronauta da ESA Samantha Cristoforetti e os seus 3 colegas da NASA foram recebidos na estação pelos seus colegas da tripulação Crew-3 e confirmaram que se encontram todos bem.

Cristoforetti é a responsável pela missão Minerva e, ao longo dos próximos meses, irá realizar mais de 40 experiências em microgravidade que cobrem várias áreas científicas. Para saber mais sobre a missão Minerva leia esta secção que o ESERO PT preparou para si. Aqui da Terra desejamos muito boa sorte à Samantha e ao resto da equipa!


Lançamento e chegada à ISS

A nova cápsula da SpaceX Dragon Crew foi lançada pelo foguetão Falcon 9 no dia 27 de Abril, às 8:52 (hora de Lisboa). O veículo espacial e os seus quatro passageiros – os astronautas da NASA Kjell Lindgren, Robert “Bob” Hines, Jessica Watkins e Samantha Cristoforetti da Agência Espacial Europeia – descolaram no Centro Espacial Kennedy da NASA no cabo Canaveral na Florida, EUA.

Podem rever o lançamento neste vídeo da SpaceX, que conta com os comentários de Josef Aschbacher, Diretor Geral da ESA:

 

 

Coletivamente, os quatro astronautas ficaram conhecidos como a Crew-4. Cristoforetti é a terceira astronauta da ESA a viajar para a ISS num Crew Dragon e é a principal responsável pela missão Minerva. Irá trabalhar ao lado de Watkins, desempenhando o cargo de Especialista de Missão. Por sua vez, Kjell será o Comandante e Hines o Piloto.

“É um privilégio poder pilotar este novo veículo espacial”, disse Lindgren, logo após o lançamento. “Todos nos sentimos bem e estamos ansiosos por ver a Terra lá de cima”.

A cápsula acoplou com sucesso na ISS por volta das 00:37 (hora de Lisboa) do dia 28 de Abril. À chegada, a Crew-4 foi saudada pela tripulação atual da ISS, como podemos ver no seguinte vídeo:

 

 

Entre a tripulação “residente”, encontra-se o alemão Matthias Maurer, também ele astronauta da ESA. Cristoforetti terá a oportunidade de se reunir com Maurer para que este a ponha a par do trabalho que realizou a bordo, antes de regressar à Terra com o resto da Crew-3.

 

A Crew-4 é efusivamente saudada pela Crew-3 no momento da chegada à ISS

 

Cristoforetti referiu num recente comunicado de imprensa que “a ISS continua a ser um símbolo de cooperação” entre várias nações. Assegurou ainda que entre os astronautas a bordo da ISS existe um “forte espírito de amizade e o desejo de trabalharem em conjunto”. “Somos amigos de colegas americanos e russos e todos somos responsáveis por uma missão que envolve muitos investigadores. Estamos a falar de pessoas que dedicaram anos e anos da sua vida a este trabalho.”

Esta é a quarta missão lançada colaborativamente entre a NASA e a SpaceX e, tal como as anteriores, correu tudo de acordo com o que tinha sido planeado. Após a separação da cápsula tripulada, o foguetão Falcon 9 conseguiu pousar com sucesso numa plataforma marítima no Atlântico.

 

Missão Minerva

OBJETIVOS

Ao longo da sua missão, Cristoforetti assumirá o papel de líder do Segmento Orbital dos EUA (USOS), assumindo a responsabilidade por todas as operações dentro dos módulos e componentes da ISS pertencentes aos EUA, Europa, Japão e Canadá.

A missão Minerva é dedicada à sabedoria e inclui cerca de 35 experiências europeias e muitas mais experiências internacionais que serão realizadas em órbita. Durante quase 5 meses de atividade na ISS, Samantha terá de fazer experiências relacionadas nas áreas do corpo humano, biologia e biotecnologia, física e desenvolvimento e demonstração de novas tecnologias. Estudará os efeitos da microgravidade em várias situações distintas, desde o comportamento do azeite extra virgem ao funcionamento do sistema reprodutivo feminino.

 

EMBLEMA

Minerva é o nome de Deusa da sabedoria, do artesanato e das artes. Este nome é uma homenagem à competência e ao artesanato sofisticado dos homens e mulheres de todo o mundo, que por sua vez tornam possível o voo espacial humano.

A Deusa é frequentemente retratada com a sua coruja sagrada, uma característica chave do emblema da missão de Samantha. Na imagem podemos identificá-la de perfil, no lado esquerdo do emblema. O olho da coruja é uma lua amarela, que lança um brilho branco sobre a Terra. O seu bico tem a forma da ISS, com os seus painéis solares característicos. As duas linhas também simbolizam as duas missões que Samantha realizou no Espaço.

As ondas azuis estão representadas em tons cada vez mais escuros, compondo o corpo da coruja. Encorajam-nos a estar à altura do desafio e a ir mais longe no Espaço profundo.

A coruja olha para a direita, ou seja para o futuro da exploração espacial e da aventura humana para além da Terra.

Samantha Cristoforetti referiu, a este propósito: “Quando descobrimos coisas novas a cada minuto e a nossa mente está a absorver tantas experiências, o tempo parece expandir-se.”




Partilhe





Outras Notícias