Conversa com Astronauta e Perito em Asteroides | 29 Julho


Reveja toda a sessão aqui!

Qual Lua ou Marte, os astronautas continuam a aterrar no Pavilhão do Conhecimento! E esta sessão foi duplamente espAcial, porque para além de contarmos com a presença de uma astronauta da NASA, tivemos também connosco um perito internacional em asteroides, cometas e meteoritos:  Heidemarie Stefanyshyn-Piper e Humberto Campins

No dia 29 de Julho, recebemos a visita desta excelente dupla de comunicadores de ciência no auditório José Mariano Gago, numa sessão intitulada ‘Chasing Space’. 

Graças à Embaixada dos EUA, tivemos a oportunidade de contar com a presença destes dois experientes comunicadores de ciência. A organização deste evento esteve a cargo do ESERO Portugal e da Ciência Viva e contou com o apoio da Agência Espacial Portuguesa.

 

Vídeo da sessão

 

Sobre a sessão

 

PROGRAMA

A moderação ficará a cargo de Ana Noronha, Diretora Executiva da Ciência Viva, e Miguel Gonçalves, responsável pelo programa “Última Fronteira”, magazine da RTP sobre Astronomia e Exploração Espacial. Eis o programa:

15:00 Boas-vindas

15:05 Heidemarie Stefanyshyn-Piper: “My Story”

15:25 Humberto Campins: “How Likely is and Asteroid to Ruin Your Day”

15:45 Painel com Heidemarie Stefanyshyn-Piper e Humberto Campins, moderado por Ana Noronha e Miguel Gonçalves

16:30 Fim da sessão

 

Sobre os oradores

Heidemarie Stefanyshyn-Piper em 2003

Heidemarie Stefanyshyn-Piper é uma astronauta da NASA e foi capitã da Marinha dos EUA. Entre as várias missões em que participou, pilotou por duas vezes o Space Shuttle Endeavour e realizou um total de cinco passeios espaciais. Foi Especialista de Missão a bordo do vaivém espacial e foi líder em três dos passeios espaciais que realizou.

Contribuiu significativamente para os programas do vaivém espacial e da Estação Espacial Internacional (ISS). Em particular, a sua capacidade de liderança como spacewalker durante a missão STS-126 resultou no restabelecimento da capacidade total de produção de energia para a ISS. 

Foi comandante da 12.ª expedição da NASA Extreme Environment Mission Operations (NEEMO), um programa concebido para estudar a sobrevivência humana no laboratório subaquático Aquarius, em preparação para futuras viagens de exploração espacial. É ainda uma oficial de salvamento experiente da Marinha dos EUA.

Stefanyshyn-Piper recebeu duas Medalhas de Voo Espacial da NASA e uma Medalha de Serviço Excepcional.

 

Humberto Campins em 2021

Humberto Campins é um especialista internacional em asteroides e cometas e dedica-se à perseguição de asteroides, cometas e meteoritos. Conduz pesquisas científicas em nos observatórios do Arizona (EUA), Chile, França, Hawaii, Espanha e Vaticano. 

Em 2010, descobriu gelo de água e moléculas orgânicas no asteroide 24 Themis e em 65 Cybele, o que parece comprovar as mais recentes teorias científicas que nos dizem que a água da Terra pode ter vindo dos asteroides.

Trabalha em equipas da Agência Espacial Europeia e da NASA que preparam veículos interplanetários que serão lançados para o Espaço nos próximos anos, incluindo o projecto OSIRIS-REx e a missão Marco Polo-R.

Recebeu vários prémios de prestígio, incluindo um Fullbright e o Prémio Don Quijote pelo seu trabalho. O asteróide 3327 Campins recebeu o seu nome em sua homenagem. 

Humberto Campins faz apresentações em todo o mundo sobre os recursos e os perigos dos asteróides, a origem da vida na Terra e o futuro da exploração espacial. Serviu no Comité para Usos Pacíficos do Espaço Exterior da Assembleia Geral das Nações Unidas.

 

Sobre os moderadores

Miguel Gonçalves · Comunicador de Ciência da RTP

Miguel Gonçalves é comunicador de ciência há mais de 20 anos e formador na área da Astronomia, com uma passagem também pelo mundo editorial e livreiro. 

Apresenta o magazine de Astronomia e Exploração Espacial da RTP “A Última Fronteira”, sendo igualmente comentador da televisão pública e colunista da revista “JN História”.

 

 

 

Ana Noronha · Diretora Executiva da Ciência Viva

Ana Noronha licenciou-se em Física na Faculdade de Ciências de Lisboa em 1980. Em 1987 obteve o doutoramento em Física, na área de Sistemas Não Lineares, no Instituto Superior Técnico.

É Diretora Executiva da Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, onde desenvolve a sua atividade desde 1998, participando em vários projetos internacionais sobre o Espaço e o Oceano. Ana Noronha é também a Diretora do ESERO Portugal.

 

 

 

Organização e apoios

Esta iniciativa conta com as seguintes colaborações e apoios: 

    




Partilhe





Outras iniciativas